Dicas de fim de ano – Fogos de Artifício

Os fogos de artifício são belos e adoráveis aos nossos olhos. Mas você já parou para pensar o que eles representam para seus animais de estimação?

Se imagine em uma guerra, onde bombas e tiros são disparados de todos os lados. É exatamente assim que seu bichinho se sente, simplesmente apavorado, eles não entendem que é uma celebração e sentem a sua segurança ameaçada. O comportamento de um cão sob esse tipo de estresse varia, mas você pode ter certeza de uma coisa: ele irá fazer de tudo para tentar se proteger.

Nessa tentativa eles podem fugir ou se ferir gravemente. Portanto se certifique que ele esteja se sentindo seguro.

Os cães, nesta situação, costumam buscar um local para se esconder. Não se deve privá-lo disso. De preferência, deixar um cômodo livre para que ele possa se aninhar, se possível fechando janelas e portas para que o som seja abafado, o que trará conforto neste momento. Um rádio ligado com uma música tranquila e num volume alto melhorará ainda mais o ambiente. E caso seja possível já começar a acostumar o cão neste local, brincando com ele, na noite de ano novo a tendência é que ele já faça uma boa associação deste local e se sinta mais seguro ali. – Cassia Rabelo Cardoso dos Santos (Adestradora Cão Cidadão)

Anúncios

Dicas de beleza para o seu pet

ImagemQuem disse que seu pet não precisa de cuidados especiais? Uma atenção a mais com a estética fará ele viver mais e melhor. Veja aqui algumas dicas para deixar o seu melhor amigo uma belezura.

  1. Já dizia mamãe, alimentação em primeiro lugar – o melhor alimento para seu animal de estimação é a ração, ela vem balanceada para que ele mantenha seu corpinho saudável. Mas não se engane com rações baratas, com elas o seu cachorrinho ou gatinho precisa comer mais para satisfazer suas necessidades. As melhores são as Premium e Super Premium, assim ele comera pouco, terá pelos brilhantes, ficará forte e dentinhos sem tártaro.
  2. Limpo e cheirosinho – Os animais se sentem mais confortáveis quando estão limpos, além disso os banhos são super bem vindos nos dias de calor. A frequência ideal é 1 vez por semana e no inverno a cada 15 dias. Use um xampu especial para os cães e gatos (nada de utilizar xampu de gente, pois esses são agressivos demais para  pele deles).
  3. Coloque esses peludinhos em movimento – Seu animal também precisa de atividade física, aquela caminhadinha no final da tarde ou as brincadeiras de bola já está ótimo para começar. Portanto, nada de preguiça.
  4. Bafo de leão – ninguém é obrigado a aguentar o mau hálito de ninguém, não é mesmo? Por isso cuidar dos dentinhos do seu cão ou gato é importantíssimo. Escovações uma ou duas vezes por semana evita doenças e some com o bafinho do seu pet. Veja aqui mais informações sobre o assunto.

Cachorro seguro, cachorro feliz

É fato que os cães adoram aquele passeio de carro, mas também é fato que a maioria dos donos não fazem o transporte correto. Deixá-los soltos pelo carro, com a cabecinha para fora do veículo é um risco de segurança, tanto para as pessoas que estão no carro como para o próprio animal. As situações em que acidentes podem ocorrer são diversas, e o pior lesado será seu pet.  Além de que o condutor pode ganhar uma bela multa e pontuação na carteira.

Então, vamos evitar acidentes com os nossos fofos? É fácil e todos podem fazer. Em petshops é possível encontrar cinto de segurança adaptado, bolsa de transporte e car seat (é uma espécie de bebê conforto para cães), essa última também é ideal para gatos e para quem não gosta das convencionais caixas de transporte (que também são ótimas).

Existem equipamentos de todos os tamanhos, de vários preços e estilos. Afinal, é melhor gastar um pouquinho e se prevenir, do que prejudicar seu bichinho e gastar ainda mais depois, com multas ou mesmo tratamento veterinário.

Cuidando dos dentinhos do seu pet

É isso mesmo gente, os nossos cãezinhos e gatinhos também precisam de cuidados bucais.

Os cães, de um modo geral, possui um organismo sensível igual o nosso, portanto doenças iguais as nossas. Entre elas o tártaro, que pode progredir para uma doença periodontal (causada pela calcificação do tártaro).

Como os nossos bichinhos não sabem se cuidar sozinhos é importante que seus donos fiquem atentos. O acúmulo do tártaro pode ocasionar a perda dos dentinhos e infecções em órgão vitais devido à migração das bactérias.

Continuar lendo